Capa - Valdeno Brito escala 18 posições em retorno à Stock Car

Valdeno Brito escala 18 posições em retorno à Stock Car

21 nov 2021

No retorno de Valdeno Brito ao grid da Stock Car Pro Series, substituindo Tuca Antoniazi na Hot Car New Generation, o paraibano terminou o fim de semana com um sorriso largo no rosto. Brito ganhou 18 posições e foi de 30º para 12º na primeira corrida em Santa Cruz do Sul (RS), válida pela 11ª etapa da temporada 2021. A equipe descobriu um problema na bomba de alta pressão no carro utilizado por Valdeno, o que prejudicou o desempenho nos treinos e na classificação. Para Felipe Lapenna, a equipe apostou na estratégia para a segunda corrida e tudo correu conforme o planejado até a quinta volta da segunda prova, quando o #110 recebeu uma batida em disputa por posição. A primeira corrida teve Thiago Camilo como vencedor e a segunda teve Ricardo Maurício no lugar mais alto do pódio.

Na primeira corrida, a equipe parou o Expresso da Paraíba logo no início da janela de pit stop obrigatório e optou por fazer somente a troca obrigatória do pneu. Valdeno, que não disputava uma corrida da Stock Car desde 2019, entrou para o box em 25º e terminou a janela em 20º, ganhando mais oito posições até o fim da prova.

“Foi muito bom! Nós terminamos bem, o carro é uma novidade, o tempo está muito quente e ainda assim conseguimos escalar o pelotão na primeira corrida. Depois de tomar muito tempo nos treinos, principalmente em velocidade de reta, a gente conversou e descobrimos um problema na bomba de combustível de alta pressão. Uma pena que só descobrimos isso após a classificação, porque eu poderia ter largado mais na frente”, avaliou o piloto do Chevrolet Cruze #77. “Eu quero agradecer muito ao Tuca pela oportunidade, a Babi e toda a equipe que me recebeu muito bem aqui. Eu prometi cuidar do carro dele e entreguei inteiro. É só lavar, polir e está pronto para a próxima corrida – o que na Stock Car, no meio de 30 carros, também é uma vitória”, completou.

Felipe Lapenna estava apostando tudo na segunda corrida, fez a parada obrigatória da primeira prova trocando um pneu e abastecendo o tanque; e na última volta recolheu aos boxes novamente para colocar quatro pneus novos. Largando para a prova final da oitava fila, o paulista chegou a ganhar quatro posições e, na quinta volta, estava disputando a 12ª colocação com César Ramos, quando ao dividir a freada com o piloto do carro #30 foi atingido e colocado para fora da pista.

“A gente tinha tudo para ir bem nessa segunda corrida, fizemos uma bela estratégia, mas corrida é corrida. São 30 carros querendo ganhar e disputar curva. Na minha opinião o César forçou um pouco, me tocou e acabou com a nossa chance. Vamos para a próxima e em Interlagos vamos tentar esse pódio tão sonhado para a equipe”, disse o comandante do carro #110.

Para Babi Rodrigues, chefe de equipe da Hot Car New Generation, tinha tudo para ter um pódio na penúltima etapa da temporada, mas “as corridas dependem de diversos fatores”.

“A gente tinha a estratégia perfeita, estou muito feliz com isso e com o comprometimento da nossa equipe. A corrida depende de diversos fatores, mas o que a gente pôde controlar funcionou muito bem. O Valdeno fez uma corrida espetacular largando lá de trás buscando o melhor resultado na primeira prova. Ele não ter largado na segunda corrida já era o combinado dentro dos nossos objetivos”, disse Babi. “O Lapenna tinha tudo para estar no pódio da segunda corrida, mas acidentes acontecem e corridas são corridas… estou bastante satisfeita com o meu time, com a qualidade do trabalho e dos carros. Vamos fechar esse nosso primeiro campeonato com chave de ouro em Interlagos, que é a nossa casa”, completou.

A temporada 2021 da Stock Car Pro Series vai chegando ao final e agora o próximo compromisso será em Interlagos, nos dias 11 e 12 de dezembro, pela 12ª e última etapa da temporada. Santa Cruz do Sul marcou também o reencontro da categoria com o público, que acompanhou as corridas da arquibancada. O mesmo deve acontecer para a decisão na capital paulista.